Podcast Diversitá #24 – O melhor e o pior das séries da Netflix

5 Responses

  1. Iuri Santos says:

    Entrei aqui por algum link do facebook, só agora que me liguei que o podcast é daqui da paraíba, parabéns!! Sou usuário da Netflix. Tava vendo Orange is the new Black e Defiance.

  2. Iuri Santos says:

    Opa, esqueci q Defiance não é da netflix.

  3. Arrested Development acompanhei no começo, mas não cheguei a ver essa nova versão da Netflix. Orange is The New Black assisti toda primeira temporada e o começo da segunda, mas comecei a achar entediante. Concordo com Gi que é interessante ver a série pela perspectivada mulher (algo que já aconteceu com Weeds, que inclusive é a mesma roteirista, Jenji Kohan), e ver essas piadas com coisas “de mulher” e tal.

    Mas, pensando mais sobre a narrativa em si, acho que as tramas podiam ser mais bem desenvolvidas, os personagens podiam ter mais profundidade e a série podia criar situações mais voltadas pra prisão e não focar somente na memória e na história das personagens.

    Em época que temos Breaking Bad, True Detective e House of Cards na TV, colocando narrativas extremamente complexas e intrincadas pra o espectador desvendar, Orange is The New Black deixa a desejar. Claro que comparar a série de Kohan com esaas “Sopranos” da TV chega a ser absurdo, mas mesmo assim eles podiam ter feito algo melhor.

    Não sei se as tramas ganham mais complexidade ao longo da série (não assisti tudo), mas como André Cananea falou n’outro Podcast, série tem que conquistar na primeira temporada.

    Abs!

  4. Ivan says:

    Em Orange is the new black,porque as detentas guiam a van do presídio e não um policial?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Close
Curta o Diversitá para acompanhar mais posts legais =)
Curte aí, não demora nada ;)
Social PopUP by SumoMe